MENSAGEM IMPORTANTE 

A Intrum Portugal informa que estão a circular mensagens de correio eletrónico fraudulentas, que não são sua autoria, nem da sua responsabilidade.
Foram detectadas mensagens falsas num português pouco correto e que estão a usar o domínio intrum.pt. Estas mensagens não tem origem na rede da Intrum - intrum.com. Alertamos que não deve reagir a estes emails, devendo eliminá-los de imediato, sem que haja qualquer tipo de interação - não descarregue anexos nem aceda a links. A Intrum está a desenvolver todos os esforços para conter esta situação, incluindo o alerta às autoridades competentes.

ECPR 2019 - Barómetro Bem-Estar Financeiro é a grande novidade do novo estudo da Intrum

A sétima edição anual do estudo da Intrum lança o Barómetro Bem-Estar Financeiro que tem como objetivo comparar e rastrear o Bem-estar Financeiro dos Consumidores Europeus em 24 mercados europeus.

  • A mais recente inovação analisa 24 mercados europeus;
  • Portugal é o segundo pior país com capacidade de pagar contas dentro dos prazos;
  • Em contrapartida, Portugal é considerado um dos países mais independentes financeiramente;

Desde 2013, a Intrum publica anualmente o ECPR – European Consumer Payment Report que tem como objetivo analisar os consumidores europeus, nomeadamente a sua vida quotidiana, os seus gastos e a sua capacidade de gerir mensalmente as suas finanças domésticas.

A sétima edição anual do estudo da Intrum lança o Barómetro Bem-Estar Financeiro que tem como objetivo comparar e rastrear o Bem-estar Financeiro dos Consumidores Europeus em 24 mercados europeus. Os novos dados do relatório da Intrum concluíram que Portugal é o segundo pior país com capacidade de pagar contas dentro do prazo – apenas ultrapassado pela Grécia, que ocupa a 24º posição. Apesar dos movimentos positivos na economia, os consumidores portugueses ainda lutam para pagar as suas contas: 61% afirma que as preocupações em relação às contas a pagar estão a afectar negativamente o seu bem-estar.

Sobre a necessidade dos consumidores pedirem dinheiro para pagar as contas, Portugal encontra-se em 8º lugar do ranking, abaixo de países como Letónia, Estónia, República-Checa e Hungria.

O mais recente estudo conclui ainda que os portugueses não conseguem poupar mensalmente nem têm capacidade de economizar para responder a um imprevisto. Ocupando o 18º lugar, Portugal está abaixo de países como Espanha, Itália, França, Alemanha, Suécia, entre outros.

Para além disso, a Intrum revela que a Finlândia, Reino Unido e a Irlanda são os três países que mais conhecimentos têm sobre literacia financeira. Portugal encontra-se a meio da tabela com um pontuação de 6,41 – valor este semelhante ao de a média europeia (6,32), encontrando-se assim na 14º posição.

Numa perspetiva global, Portugal encontra-se perto do fim da tabela ocupando o 18º lugar. Países como Alemanha (6,89), Áustria (6,77), Suécia (6,72), Suiça (6,65) são os que se encontram no topo do ranking. A média europeia é de 6,21.

Sobre o Barómetro de Bem-Estar Financeiro

O Barómetro, que forneceu novos dados ao mais recente estudo da Intrum, mede o bem-estar financeiro através de quatro pilares principais. Usando um processo de scoring, gera uma pontuação (1 a 10) para cada país, sob cada um dos pilares.

  1. Capacidade de pagar as contas nos prazos mede o nível em que os consumidores podem pagar as contas nos prazos e a proporção do salário que lhes resta após o pagamento das suas contas mensais;
  2. Independência financeira mede até que ponto os consumidores estão a pedir dinheiro emprestado para pagar as contas e o seu nível de empréstimos em relação aos seus rendimentos mensais. Países com um PIB relativamente baixo tendem a ter uma classificação mais alta no pilar Independência financeira, devido a uma menor relação dívida /rendimento nas famílias.
  3. Poupar para o futuro mede o nível que os consumidores conseguem poupar mensalmente e a sua capacidade de economizar para responder a um imprevisto.
  4. Literacia financeira mede até que ponto os consumidores entendem os termos financeiros básicos e os seus cálculos. Dentro de cada pilar e dentro do barómetro geral, os pesos para indicadores e pilares são mantidos iguais. Por outras palavras, cada indicador/pilar é considerado igualmente importante para alcançar a segurança financeira.

Para saber obter uma cópia do estudo siga esta ligação